POUSADA SOL NASCENTE-UMBUZEIRO-PB

POUSADA SOL NASCENTE-UMBUZEIRO-PB
SUA CASA FORA DE CASA-UMBUZEIRO-PB

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Com vocês, CAMPINA GRANDE:


O município de Campina Grande possui uma área de 620km2. A cidade situa-se à uma altitude de aproximadamente 550 metros acima do nível do mar, na região oriental do Planalto da Borborema, distante 125 km da capital do Estado, João Pessoa. É considerada um dos principais pólos industriais e tecnológicos da Região Nordeste do Brasil. Campina Grande foi fundada em 1º de dezembro de 1697, tendo sido elevada à categoria de cidade em 11 de outubro de 1864.

Campina Grande é o segundo município em população (371.060 hab. IBGE cont. 2007) e exerce grande influência política e econômica sobre outros 57 municípios (23.960 km2 e 1 milhão de habitantes) do Estado da Paraíba (42,5% do território estadual). Este conjunto é denominado de Compartimento da Borborema.

A cidade conta ainda com diversos equipamentos de lazer e cultura como teatros, museus, bibliotecas, centro de convenções, centro cultural, cinemas, rádios, televisões, clubes sociais, ginásios de esportes, estádios de futebol, bares, restaurantes, danceterias e casas de show, garantindo um leque de opções de lazer, diurnas e noturnas aos seus habitantes e visitantes. Há vários eventos culturais que compõem o calendário turístico do município, com destaque para as Vaquejadas, a Micarande (o carnaval fora de época de Campina Grande), o Festival de Inverno e "O Maior São João do Mundo", a tradicional festa popular que atrai todo ano, milhares de turistas de todo o país, durante o mês de junho.

As principais atividades econômicas são: extração mineral; culturas agrícolas; pecuária; indústrias de transformação, de beneficiamento e de software; comércio varejista, atacadista e serviços.

No setor de tecnologia de ponta, a cidade conta com programas de incubação de empresas, através do Parque Tecnológico da Paraíba, que visa dar vazão ao potencial acumulado nas universidades e transformá-los em produtos e empresas. Também está instalado um dos 13 núcleos do programa nacional Softex2000. Campina Grande é um dos núcleos mais produtivos do programa e tem se destacado como um dos maiores exportadores de software do país.

No setor de comércio atacadista, varejista e serviços Campina Grande é hoje, reconhecidamente o maior pólo comercial entre as cidades de porte médio da região Nordeste do país. A cidade possui um shopping de fábrica, o Centro Luiza Motta, com diversos estabelecimentos do ramo de couros e confecções, que comercializam produtos a preços de fábrica. Possui também um shopping center da rede Iguatemi. No setor serviços, destaca-se o Distrito de Serviços Mecânicos, que concentra lojas de peças, oficinas mecânicas, funilarias, etc. em uma única área. O distrito atrai clientes de todo o Nordeste.
 

quinta-feira, 25 de abril de 2013

MÁQUINA PORTÁTIL PARA TELHA ECOLÓGICA DE CONCRETO


video video

DADOS TÉCNICOS
DIMENSSÕES: 50X25 cm
ÁREA EFETIVA:40X20 cm
TELHAS /m2:12.5
PESO DAS TELHAS: 3.5 Kg
PESO POR m2: 43,75 Kg/m2
TELHAS POR METRO LINEAR-2.5 TELHAS
CONDUTIVIDADE TÉRMICA : 0.5 watt/mºC
RESISTÊNCIA A FLEXÃO: MAIS DE 60 Kg
RESISTÊNCIA A IMPACTO: ESFERA DE 250g A UMA ALTURA DE 300 mm
PRODUÇÃO HOMEM/ DIA 220 TELHAS x 1 HOMEM x 8 HORAS/DIA
CONSUMO APROXIMADO DE CIMENTO P/TELHA DE 0,600 a 0.800 Kg
CONSUMO APROXIMADO DE AREIA P/TELHA: 1.6 Kg
RENDIMENTO POR SACO DE CIMENTO (50 Kg): 80 TELHAS MÍNIMO, 85 TELHAS MÁXIMO
INCLINAÇÃO MÍNIMO 35%
  








José Roberto Bezerra Silva

Contatos:
zrobertotijoloecologico@gmail.com

TIM--83-9970-O698
VIVO83-8123-8077











A ecotecnologia é uma ciência aplicada, que integra os campos de estudo da ecologia e tecnologia. Destina-se a satisfazer as necessidades humanas, minimizando o impacto ambiental através do conhecimento das estruturas e processos dos ecossistemas e da sociedade. Consequentemente são consideradas ecotecnologias aquelas técnicas que minimizam os danos aos ecossistemas, promovendo o desenvolvimento integral e sustentável, com uma orientação de minimizar ou prevenir impactos.

As ecotecnologias implicam em ferramentas tecnológicas que oferecem vantagens ambientais sobre suas contrapartes tradicionais. Buscam reproduzir processos naturais que possam ser utilizados para a minimização dos impactos causados pelas atividades humanas. As Ecotecnologias também se caracterizam pela abordagem holística dada à solução dos problemas que ameaçam a sustentabilidade de um ecossistema e em termos gerais procura-se que sejam técnicas simples e baratas de forma que sua apicação se torne simples e duradoura.

SAIBA MAIS:

sábado, 17 de setembro de 2011

Projeto Máquina Tijolo Ecológico

APENAS R$ 20,00 CONTATO VIVO-83 8123 8077 TIM 83 9970 0698 Oi 83 8704 2894
EMAIL robertoumbu@hotmail.com robertoumbu@gmail.com








PREÇO R$ 20,00
Assista ao video

CONTATO: robertoumbu@gmail.com
robertoumbu@hotmail.com
(83)8123-8077
NO BANCO BRADESCO,você pode
fazer o depósito também nos CORREIOS.
Se preferir DOC,segue meu CPF - 629.810.134-91

Segue os dados para depósito

BANCO-BRADESCO
CONTA-0550584-4
AG-0835-4
TITULAR-José Roberto Bezerra Silva

Assim que fizeres o depósito ME COMUNIQUE que,te enviarei
no mesmo dia

José Roberto B.Silva

VIVO-83 8123 8077

TIM 83 9970 0698

Oi 83 8704 2894

Projeto Triturador R$ 20,00




quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Veneziano se diz confiante apesar de desvantagem no TRE

Antes do início das solenidades do Dia da Independência prefeito falou sobre o julgamento. Ele disse que confia que será inocentado.


Jhonathan Oliveira
Com Codecom-GC

O prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), falou nesta quarta-feira (7) sobre o início do seu julgamento no Tribunal Regional Eleitoral. Ele disse que apesar do voto do relator ter sido pela cassação do seu mandato está tranquilo e confiante. “Estou tranqüilo da mesma forma como estava antes do início do julgamento”, afirmou. As declarações foram dadas antes do início das solenidades do Dia da Independência em Campina Grande.

Na terça-feira (6) o Tribunal Regional Eleitoral começou a analisar o recurso do prefeito contra a decisão do juiz da 16ª Zona Eleitoral que determinou a cassação do seu mandato em 2010. O motivo da decisão foi a suposta utilização de recursos do Fundo Municipal de Saúde em conta de campanha, no ano de 2008.

O relator do caso, João Batista Barbosa, opinou pela cassação do prefeito. Mas, logo depois o juiz Márcio Accioly pediu vista e adiou o andamento do julgamento.

“Estamos confiantes. Ontem vimos, apenas, o voto do relator. Vamos, agora, esperar o voto vista e os demais votos, com a confiança em Deus de que seremos inocentados, pois temos a consciência tranqüila em relação à eleição”.





Relator compara caso Veneziano ao de Cássio e pede cassação
O pleno do Tribunal Regional Eleitoral iniciou por volta 15h30 desta terça-feira, 6, o julgamento do recurso do prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), contra decisão de primeira instância que cassou seu mandato.



No inicio do julgamento, o relator do caso, juiz João Batista, leu o parecer do Ministério Público Eleitoral, que afasta a tese de crime eleitoral.



O prefeito é acusado de receber doação de campanha de forma irregular com dinheiro público da empresa Maranata.



16h03 - Carlos Fábio lembrou de outra denuncia que foi feita durante a campanha que foi conhecida como "cheque da saúde", que já foi descartada e que foi lançada apenas com o intuito de prejudicar o então candidato Veneziano. "De fato houve prejuízo eleitoral ao candidato".



16h10 - A defesa de Veneziano alega que não há crime, já que a empressa recebeu pagamento da prefeitura e depois decidiu doar a campanha do peemedebista e apenas preferiu não assumir a doação conseguindo colaboradores para doar o dinheiro.



16h28 - O procurador eleitoral, Yordan Delgado, faz o uso da palavra e revela que seu entendimento diverge em parte do seu colega Werton Magalhães, que deu o parecer do caso, diverge em parte do assistente de acusação e diverge em parte da defesa. Ele concorda, por tanto, que não há realmente uso de dinheiro público em campanha, já que a empresa recebeu dinheiro da prefeitura, mas a partir do recebimento esse dinheiro passa a ser privado.



Por fim, Delgado acredita que mesmo sem a comprovação de que houve doação de dinheiro público, está claro que houve crime de falsidade ideológica, já que a empresa maquiou a doação usando terceiros para validar o processo, e isso é motivo para cassação.



16h42 - O relator do caso, juiz João Batista, começou a ler seu voto pelas preliminares. Ele rejeitou a primeira que pedia a interpestividade do recurso. Rejeitou também a preliminar da defesa que pedia que a prova de quebra de sígilo fiscal fosse desconsiderada. A defesa alega que a prova contamina as demais.



17h01 - O relator também rejeitou a preliminar da defesa que pedia a ilicitude de provas na divulgação dos salários de servdidores públicos. Neste momento o juiz entra no mérito da causa.



17h16 - João Batista leu o depoimento do gerente do Banco do Brasil, onde ele afirma que o cheque da Maranata foi descontado pelo sócio da empresa, Paulo Roberto, e o mesmo fez o deposito pelas doze pessoas que aparecem como os doadores.



17h25 - O juiz lembrou que pelo autos, o senhor Josildo Medeiros, caixa que atendeu Paulo Roberto, disse no depoimento que o empresário recebeu apenas uma lista e não um pacote, como garante outro caixa, conhecido como Alamir, que disse ter visto quando o senhor , Juraci Felix Júnior entregou um pacote para Paulo Roberto, juntamente com a lista. Na lista estaria os nomes e CPF`s dos doadores. O juiz relatou, porém, que Alamir é partidário de Veneziano, tinha a casa adesivada e um enteado empregado como cargo comissionado na Prefeitura de Campina Grande.



17h31 - Até o momento, o voto do relador dá a entender que ele se posicionará pelo indeferimento recurso. Resta saber, se manterá em seu voto, a pena de perda de mandato, ou proporá outra penalidade. Ele vem desmontado os argumentos da defesa um a um.



17h37 - João Batista diz que está claro que os recursos doados partiram da Maranata e não dos doadores. Mesmo que isso não comprove a doação de dinheiro público em campanha, mas maquiagem de doação.



18h04 - Juiz também afasta a tese da proporcionalidade levantada pela defesa. Segundo o advogado Raoni Vita, numa campanha de arrecadou R$ 2 milhões, os R$ 50 mil são insignificantes. "Sem dúvida desiquilibrou a balança eleiotoral na campanha de Campina Grande".



18h17 - Sobre a tese de propocionalidade, Batista lembrou que a pequena diferença de votos entre os candidatos, comprova que a atitude irregular do recorrente pode sim ter desequilibado o pleito. Ele disse ainda que ficou bem configurada a captação ilicita de doação.

http://www.blogger.com/img/blank.gif

18h22 - Concluindo o voto, o relator comparou o caso em julgamento ao do ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) e pediu a cassação de Veneziano e a posse do segundo colocado no pleiito, no caso o atual vice-governador Rômulo Gouveia (PSD).



O juiz Márcio Acioly pede vista e adia decisão.

A Fonte

Casa de SHOW MASTODONTE


http://www.blogger.com/img/blank.gif
CLIQUE E CONHEÇA

domingo, 21 de agosto de 2011

Campina Grande terá Internet sem fio gratuita em todos os bairros

Sexta, 19 de Agosto de 2011 11h58
Por Isabela Alencar e Tarcísio Araújo da redação do Diário da Borborema
Campina Grande é reconhecida nacionalmente pela sua vocação para a ciência e tecnologia e não é à toa que a cidade será uma das primeiras do Nordeste onde a população terá acesso a Internet sem fio em qualquer parte do município, além dos seis distritos. O anúncio foi feito na quinta-feira, dia 18, pelo secretário de Ciência e Tecnologia, Emir Candeia.

Conforme informações do secretário, o projeto está orçado em R$ 1,05 milhão e deverá ser executado a partir do próximo mês. Emir acrescentou que serão instaladas 112 antenas em prédios públicos e outros equipamentos do município. Os moradores poderão acessar a Internet de qualquer lugar gratuitamente. Na próxima terça-feira o secretário viajará a Brasília para buscar recursos para o projeto. "Nosso intuito é começar a instalação das antenas em setembro e a previsão é que até o fim do ano tudo já esteja funcionando", disse o Emir.

Além da Internet sem fio gratuita, Campina Grande também foi escolhida para ser uma das 100 cidades pilotos para a implantação do Plano Nacional de Banda Larga, lançado pelo governo federal. A partir de um convênio com a estatal Telecomunicações Brasileiras S.A. (Telebrás), será implantada uma antena no Museu Vivo da Ciência e Tecnologia que irá possibilitar Internet de alta velocidade-via rádio- com preço acessível que deverá custar entre R$ 10 e R$ 15. A previsão é que a Internet já esteja disponível para a população até o fim do ano. Qualquer pessoa poderá ter acesso ao serviço. "O intuito é permitir a universalização da Internet de alta velocidade para as pessoas de baixa renda", ressaltou Emir.

O Plano Nacional de Banda Larga (PNBL) teve seu lançamento oficial em maio de 2010. Seu objetivo é massificar até 2014 a oferta de acessos de internet banda larga para a população. A Telebrás é a gestora do plano e as empresas privadas atuarão de forma complementar, levando o serviço ao usuário final.

Telecentros

Outro projeto que está em andamento pela Secretaria de Ciência e Tecnologia é a implantação de sete telecentros de informática que serão instalados nos sete Centros de Referência de Assistência Social (Cras). Em cada unidade estarão disponíveis 10 computadores que ficarão disponíveis para a população. "O diferencial é que esses centros serão usados para que as pessoas possam efetuar serviços do dia a dia, com a supervisão de uma pessoa treinada", afirmou o secretário Emir Candeia.