POUSADA SOL NASCENTE-UMBUZEIRO-PB

POUSADA SOL NASCENTE-UMBUZEIRO-PB
SUA CASA FORA DE CASA-UMBUZEIRO-PB

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Com vocês, CAMPINA GRANDE:


O município de Campina Grande possui uma área de 620km2. A cidade situa-se à uma altitude de aproximadamente 550 metros acima do nível do mar, na região oriental do Planalto da Borborema, distante 125 km da capital do Estado, João Pessoa. É considerada um dos principais pólos industriais e tecnológicos da Região Nordeste do Brasil. Campina Grande foi fundada em 1º de dezembro de 1697, tendo sido elevada à categoria de cidade em 11 de outubro de 1864.

Campina Grande é o segundo município em população (371.060 hab. IBGE cont. 2007) e exerce grande influência política e econômica sobre outros 57 municípios (23.960 km2 e 1 milhão de habitantes) do Estado da Paraíba (42,5% do território estadual). Este conjunto é denominado de Compartimento da Borborema.

A cidade conta ainda com diversos equipamentos de lazer e cultura como teatros, museus, bibliotecas, centro de convenções, centro cultural, cinemas, rádios, televisões, clubes sociais, ginásios de esportes, estádios de futebol, bares, restaurantes, danceterias e casas de show, garantindo um leque de opções de lazer, diurnas e noturnas aos seus habitantes e visitantes. Há vários eventos culturais que compõem o calendário turístico do município, com destaque para as Vaquejadas, a Micarande (o carnaval fora de época de Campina Grande), o Festival de Inverno e "O Maior São João do Mundo", a tradicional festa popular que atrai todo ano, milhares de turistas de todo o país, durante o mês de junho.

As principais atividades econômicas são: extração mineral; culturas agrícolas; pecuária; indústrias de transformação, de beneficiamento e de software; comércio varejista, atacadista e serviços.

No setor de tecnologia de ponta, a cidade conta com programas de incubação de empresas, através do Parque Tecnológico da Paraíba, que visa dar vazão ao potencial acumulado nas universidades e transformá-los em produtos e empresas. Também está instalado um dos 13 núcleos do programa nacional Softex2000. Campina Grande é um dos núcleos mais produtivos do programa e tem se destacado como um dos maiores exportadores de software do país.

No setor de comércio atacadista, varejista e serviços Campina Grande é hoje, reconhecidamente o maior pólo comercial entre as cidades de porte médio da região Nordeste do país. A cidade possui um shopping de fábrica, o Centro Luiza Motta, com diversos estabelecimentos do ramo de couros e confecções, que comercializam produtos a preços de fábrica. Possui também um shopping center da rede Iguatemi. No setor serviços, destaca-se o Distrito de Serviços Mecânicos, que concentra lojas de peças, oficinas mecânicas, funilarias, etc. em uma única área. O distrito atrai clientes de todo o Nordeste.

quinta-feira, 25 de abril de 2013

MÁQUINA PORTÁTIL PARA TELHA ECOLÓGICA DE CONCRETO


video video

DADOS TÉCNICOS
DIMENSSÕES: 50X25 cm
ÁREA EFETIVA:40X20 cm
TELHAS /m2:12.5
PESO DAS TELHAS: 3.5 Kg
PESO POR m2: 43,75 Kg/m2
TELHAS POR METRO LINEAR-2.5 TELHAS
CONDUTIVIDADE TÉRMICA : 0.5 watt/mºC
RESISTÊNCIA A FLEXÃO: MAIS DE 60 Kg
RESISTÊNCIA A IMPACTO: ESFERA DE 250g A UMA ALTURA DE 300 mm
PRODUÇÃO HOMEM/ DIA 220 TELHAS x 1 HOMEM x 8 HORAS/DIA
CONSUMO APROXIMADO DE CIMENTO P/TELHA DE 0,600 a 0.800 Kg
CONSUMO APROXIMADO DE AREIA P/TELHA: 1.6 Kg
RENDIMENTO POR SACO DE CIMENTO (50 Kg): 80 TELHAS MÍNIMO, 85 TELHAS MÁXIMO
INCLINAÇÃO MÍNIMO 35%
  








José Roberto Bezerra Silva

Contatos:
zrobertotijoloecologico@gmail.com

TIM--83-9970-O698
VIVO83-8179-0698











A ecotecnologia é uma ciência aplicada, que integra os campos de estudo da ecologia e tecnologia. Destina-se a satisfazer as necessidades humanas, minimizando o impacto ambiental através do conhecimento das estruturas e processos dos ecossistemas e da sociedade. Consequentemente são consideradas ecotecnologias aquelas técnicas que minimizam os danos aos ecossistemas, promovendo o desenvolvimento integral e sustentável, com uma orientação de minimizar ou prevenir impactos.

As ecotecnologias implicam em ferramentas tecnológicas que oferecem vantagens ambientais sobre suas contrapartes tradicionais. Buscam reproduzir processos naturais que possam ser utilizados para a minimização dos impactos causados pelas atividades humanas. As Ecotecnologias também se caracterizam pela abordagem holística dada à solução dos problemas que ameaçam a sustentabilidade de um ecossistema e em termos gerais procura-se que sejam técnicas simples e baratas de forma que sua apicação se torne simples e duradoura.

SAIBA MAIS:

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Casa de SHOW MASTODONTE


http://www.blogger.com/img/blank.gif
CLIQUE E CONHEÇA

domingo, 21 de agosto de 2011

Campina Grande terá Internet sem fio gratuita em todos os bairros

Sexta, 19 de Agosto de 2011 11h58
Por Isabela Alencar e Tarcísio Araújo da redação do Diário da Borborema
Campina Grande é reconhecida nacionalmente pela sua vocação para a ciência e tecnologia e não é à toa que a cidade será uma das primeiras do Nordeste onde a população terá acesso a Internet sem fio em qualquer parte do município, além dos seis distritos. O anúncio foi feito na quinta-feira, dia 18, pelo secretário de Ciência e Tecnologia, Emir Candeia.

Conforme informações do secretário, o projeto está orçado em R$ 1,05 milhão e deverá ser executado a partir do próximo mês. Emir acrescentou que serão instaladas 112 antenas em prédios públicos e outros equipamentos do município. Os moradores poderão acessar a Internet de qualquer lugar gratuitamente. Na próxima terça-feira o secretário viajará a Brasília para buscar recursos para o projeto. "Nosso intuito é começar a instalação das antenas em setembro e a previsão é que até o fim do ano tudo já esteja funcionando", disse o Emir.

Além da Internet sem fio gratuita, Campina Grande também foi escolhida para ser uma das 100 cidades pilotos para a implantação do Plano Nacional de Banda Larga, lançado pelo governo federal. A partir de um convênio com a estatal Telecomunicações Brasileiras S.A. (Telebrás), será implantada uma antena no Museu Vivo da Ciência e Tecnologia que irá possibilitar Internet de alta velocidade-via rádio- com preço acessível que deverá custar entre R$ 10 e R$ 15. A previsão é que a Internet já esteja disponível para a população até o fim do ano. Qualquer pessoa poderá ter acesso ao serviço. "O intuito é permitir a universalização da Internet de alta velocidade para as pessoas de baixa renda", ressaltou Emir.

O Plano Nacional de Banda Larga (PNBL) teve seu lançamento oficial em maio de 2010. Seu objetivo é massificar até 2014 a oferta de acessos de internet banda larga para a população. A Telebrás é a gestora do plano e as empresas privadas atuarão de forma complementar, levando o serviço ao usuário final.

Telecentros

Outro projeto que está em andamento pela Secretaria de Ciência e Tecnologia é a implantação de sete telecentros de informática que serão instalados nos sete Centros de Referência de Assistência Social (Cras). Em cada unidade estarão disponíveis 10 computadores que ficarão disponíveis para a população. "O diferencial é que esses centros serão usados para que as pessoas possam efetuar serviços do dia a dia, com a supervisão de uma pessoa treinada", afirmou o secretário Emir Candeia.

terça-feira, 21 de junho de 2011

São João de Campina Grande recria vila original que gerou a cidade

Parque do povo faz alusão a Vila Nova da Rainha.
Mais de dez casinhas estilizadas oferecem artesanatos e comidas.

Daniel Buarque Do G1, em Campina Grande (PB


O Parque do Povo em Campina Grande tem uma homenagem à história da cidade que ahttp://www.blogger.com/img/blank.giflega ter o maior São João do mundo, reunindo 2 milhões de pessoas.
A Vila no São João é um corredor com mais de dez casinhas onde são vendidos objetos de artesanato.

A decoração faz alusão à vila histórica, com aparência de cidadezinha, e com estrutura bem agradável.


FONTE G1

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Campina Grande recebe 5 vezes sua população no mês de São João


Celebração leva 2 milhões de pessoas à cidade em junho.
Cidade paraibana disputa com Caruaru (PE) o título de melhor festa junina.

Daniel Buarque Do G1, em Campina Grande
imprimir

Campina Grande, cidade paraibana que fica a 125 quilômetros de João Pessoa, alega ter a maior festa de São João do planeta. Durante todo o mês de junho, especialmente nesta semana em que se comemora o dia do santo, passam pela cidade 2 milhões de pessoas, segundo os dados oficiais. O número equivale a mais de cinco vezes a população permanente da cidade, que tem menos de 400 mil pessoas.

A comemoração marca a própria paisagem da cidade. Desde a chegada a ela pela BR-230, que a liga à capital do estado, já se vê uma decoração temática com balões e bandeiras coloridas em alusão ao São João. Nas ruas, é possível ouvir referências a diferentes estilos de forró o tempo todo, seja nos bares ou em som de carros.
Na programação oficial da festa, durante o mês de festas juninas, calcula-se que chegue a mil o total de horas de forró. São 90 bandas no palco principal do Pátio do povo, onde a festa se concentra, e mais de 500 atrações no total. Isso inclui desde nomes tradicionais do forró, como Dominguinhos, até a shows de tecnobrega com Calypso e bandas sertanejas.

Isso tem impacto também da economia da cidade, gerando, segundo a prefeitura, 10 mil empregos diretos.
http://www.blogger.com/img/blank.gif
Disputa
Se Campina Grande levanta os números para defender que seu São João é o maior do mundo, Caruaru, em Pernambuco, responde dizendo que lá é que é a Capital do Forró.
A programação da cidade pernambucana também dura um mês inteiro, atrai mais visitantes de que toda a população local e movimenta a economia. Muitas das atrações das duas cidades são iguais, e a disputa só serve para alimentar o folclore sobre o São João nos dois Estados do nordeste.

FONTE G1